Papa sobre o atentado em França: abominável violência homicida

Publicado em 08/01/2015 | Categoria: Notícias |


lombrdiTrês homens armados entraram nesta quarta-feira dia 7 na redação do jornal satírico Charlie Hebdo, em Paris, França, e causaram pelo menos doze vítimas mortais e quatro feridos muito graves, bem como outros sete feridos ligeiros. Os mortos são dez jornalistas e dois agentes da polícia.

O Papa Francisco exprimiu através de comunicado a sua mais firme condenação destes atentados. Foi o Padre Federico Lombardi, Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, a revelar esta comunicação do Papa:

“O Santo Padre exprime a sua mais firme condenação pelo horrível atentado que atingiu esta manhã a cidade de Paris com um alto número de vítimas, semeando a morte, consternando a inteira sociedade francesa, perturbando profundamente todas as pessoas amantes da paz, para além das fronteiras da França.”

“O Papa participa através da oração no sofrimento dos feridos e das famílias dos defuntos e exorta todo o mundo a opor-se com todos os meios à propagação do ódio e de todas as formas de violência, física e moral, que destrói a vida humana, viola a dignidade das pessoas, prejudica radicalmente o bem fundamental da coabitação pacífica entre as pessoas e os povos, apesar das diferenças de nacionalidade, religião e cultura”.

“Qualquer que possa ser a motivação, a violência homicida é abominável, jamais justificável, a vida e a dignidade de todos devem ser garantidas e protegidas com decisão, toda a instigação ao ódio deve ser recusada, o respeito do outro deve ser cultivado. O Papa exprime a sua proximidade, a sua solidariedade espiritual e o seu apoio para todos os que, de acordo com as suas responsabilidades, continuam comprometidos com a paz, a justiça e o direito, para curar completamente as causas do ódio, neste momento doloroso e dramático, em França e em todas as partes do mundo marcadas por tensões e violências”. (RS)

 

 

Fonte: Rádio Vaticano



Os comentários estão desativados.