Da via Crucix à via Lux…

Publicado em 04/04/2015 | Categoria: Notícias |


capa Da via Crucix a via Lux

Tempo Pascal. Estamos no centro do Mistério da nossa Fé!

A Humanidade se vê diante de um túmulo que recorda nosso maior limite. Nele um corpo foi sepultado. O profeta galileu que seduzia o povo com suas palavras e gestos viu-se diante dos poderosos que se sentiram ameaçados por alguém que falava em colocar o amor no lugar das leis e das velhas tradições. O confronto chegou ao auge: traição, prisão, julgamento, tortura brutal, condenação e morte.

Os amigos dispersos, assustados, decepcionados não podem deixar de pensar: como toda história humana, aquela também termina em túmulo…

No entanto… na madrugada do domingo, algumas mulheres (sempre elas…) vão ao túmulo e o encontram vazio. Voltam contando uma outra história. E da História de Jesus de Nazaré mergulhamos no mistério da Fé.

O Deus em que cremos não se deixa aprisionar por nenhum túmulo. É o Deus da Vida e não da Morte. “Eu vim para que tenham vida, e vida plena!”, Ele disse.

Assim, ao longo dos séculos, o ressuscitado continua se encontrando com as pessoas, assim como se encontrou com os discípulos de Emaús.

Em tempos, circunstâncias e lugares os mais diversos.

Quem sabe agora, nesse Tempo Pascal, seja hora de você se perguntar:

olhando a minha história, contemplando a minha vida, Onde, Como, Quando aconteceu o meu encontro mais significativo com o Ressuscitado?

 

 

Autor: Eduardo Machado

 

Fonte: Amai-Vos



Os comentários estão desativados.