A Voz do Pastor – Dez/2018

Publicado em 01/12/2018 | Categoria: A Voz do Pastor Notícias |


 

O PRIMEIRO AMOR

 

Irmãos e irmãs, queridos de Deus:

Ainda não saiu o documento definitivo do Sínodo de Bispos sobre a juventude, mas algumas ideias já podem ser compartilhadas. E eu gostaria de apresentar a vocês um pouco dessa riqueza.

A presença dos jovens criou uma novidade total entre os bispos: “através deles a voz de toda uma geração ressoou no Sínodo. Caminhando com eles, sentimos que a proximidade cria as condições para que a Igreja seja um espaço de diálogo e testemunho de uma fraternidade que fascina. A força dessa experiência supera toda a fadiga e toda fraqueza. É o que Senhor continua repetindo para nós: Não tenha medo, eu estou com você.

O texto de Emaús (Lc 24,13-35) se tornou “paradigmático para compreender a missão eclesial em relação às gerações mais jovens”. O encontro de Jesus com os dois discípulos, cansados e decepcionados, lançou luz sobre o Sínodo.

Jesus anda com discípulos que não entenderam o significado dos acontecimentos e estão se afastando da comunidade. Para estar em sua companhia, Ele viaja com eles na estrada. Com carinho e energia, lhes anuncia a Palavra, levando-os a interpretar, à luz das Escrituras, os eventos que viveram e não entendem. Ao anoitecer, atendendo ao convite, Jesus entra na noite deles. E, naquela noite, o coração deles é aquecido, sua mente, iluminada; ao repartir do pão, seus olhos se abrem. Tanto que eles mesmos escolhem retomar a jornada, na direção oposta, para sem demora retornar à comunidade e compartilhar a experiência do encontro com o Ressuscitado.

Que imagem linda!

Nada poderia expressar mais e melhor a situação do mundo atual, cansado de si mesmo e sem perspectivas. O texto afirma que “na passagem de Emaús o evangelista fotografa a necessidade de os dois errantes buscarem sentido nos eventos que experimentaram. É o mesmo Cristo ressuscitado que quer trabalhar junto com todos os jovens, aceitando suas expectativas, mesmo que desapontadas, e suas esperanças, mesmo quando inadequadas. Jesus anda, escuta, compartilha”.

As escolhas que os jovens enfrentam podem ser expressas em três desejos: o desejo de ser ouvido, reconhecido e acompanhado.

Certa tendência em fornecer respostas e receitas prontas impede que muitas questões apareçam em sua novidade. A questão central de Jesus, em Emaús – O que vocês conversavam ao longo do caminho?” (Lc 24,17) – continua sendo a questão central ao redor da qual a Igreja precisa se mover. “Ouvir possibilita a troca de presentes em um contexto de empatia. Permite que os jovens doem sua contribuição para a comunidade, ajudando-os a captar novas sensibilidades e a fazer perguntas ainda não mencionadas. Ao mesmo tempo, estabelece as condições para um anúncio do Evangelho que verdadeiramente atinja o coração humano”.

O mundo dos jovens pode também ser repleto de dramas e de chagas. O ambiente digital com suas ferramentas de comunicação e seu lado escuro, por exemplo, “é também um território de solidão, manipulação, exploração e violência. A mídia digital pode expor o risco de dependência, isolamento e perda progressiva de contato com a realidade concreta, dificultando o desenvolvimento de autênticas relações interpessoais. Novas formas de violência se espalham pelas mídias sociais, como o cyberbullying, pornografia e exploração através do jogo”. Os jovens vivem nesse mundo plural, cheio de violência, perseguição, marginalização e vulnerabilidade, com histórias de separação e abusos.

O Sínodo dos Bispos foi profundamente realista, mas sem perder a esperança.

É assim quando diz que “os jovens são os portadores de uma abertura espontânea para a diversidade, o que os torna atentos às questões de paz, inclusão e diálogo entre culturas e religiões. Muitas experiências de muitas partes do mundo testemunham que os jovens sabem ser pioneiros do encontro e do diálogo intercultural e inter-religioso, na perspectiva da coexistência pacífica”.

O ponto mais alto foi ter ressaltado a figura de Jesus entre os jovens. Deus e a religião podem até virar palavras abstratas, mas a figura de Jesus, não. De muitas maneiras os jovens nos dizem: “Queremos ver Jesus” (Jo 12,21), mostrando assim a inquietação saudável que caracteriza o coração de todo ser humano: a inquietação da busca espiritual e de um encontro com Deus, a inquietação do amor. Não se trata de criar uma nova Igreja para os jovens, mas de redescobrir com eles a juventude da Igreja, abrindo-nos à graça de um novo Pentecostes”.

A vocação universal à santidade foi mais uma vez declarada como ponto de apoio e inflexão da pastoral com os jovens. “Todas as diferenças vocacionais estão reunidas no chamado único e universal à santidade, que no final só pode ser o cumprimento desse apelo à alegria do amor que ressoa no coração de todo jovem. Apenas a partir da única vocação à santidade pode articular as diferentes formas de vida, sabendo que Deus quer santos e espera que os jovens não se contentem com uma existência medíocre, aguada e sem graça” – como gosta de falar o Papa Francisco. 

É hora de despertar o mundo pela santidade.

“Só se nos tornarmos santos poderemos convidar os jovens a se tornarem santos. Os jovens clamam por uma Igreja autêntica, luminosa, transparente e alegre. E somente uma Igreja de gente santa pode atender a esses pedidos. Muitos jovens deixaram a Igreja porque não encontraram santidade, mas mediocridade, presunção, divisão e corrupção. É por isso que a Igreja, como um todo, deve fazer uma mudança de perspectiva decisiva, imediata e radical. Os jovens precisam de santos que formem outros santos, mostrando que a santidade é a face mais bela da Igreja. Só há uma linguagem que todos os homens e mulheres de todos os tempos, lugares e culturas podem entender, porque é imediata e luminosa: é a linguagem da santidade”.

Desde o início, o Sínodo teve clara visão de que os jovens são parte integrante da Igreja. A santidade deles nas últimas décadas produziu um florescimento em todas as partes do mundo. A coragem de tantos jovens que renunciaram a suas vidas para permanecerem fiéis ao Evangelho é a grande novidade a oferecer ao mundo. Ouvir os testemunhos de jovens que, no meio das perseguições, escolheram partilhar a paixão do Senhor Jesus, é profundamente regenerador.

“Através da santidade dos jovens, a Igreja pode renovar seu ardor espiritual e seu vigor apostólico. O bálsamo de santidade gerado pela vida de muitos jovens pode curar as feridas da Igreja e do mundo”. Eles não abandonaram o primeiro amor (Ap 2,4).

Com essas palavras iluminadoras, quero pedir a vocês, irmãos e irmãs, o carinho de um novo rumo para uma Igreja mais presente e vital, discípula e missionária. Uma Igreja do Verbo que se faz carne em todo encontro humano, em toda oportunidade de fazer a presença de Deus se tornar real.

Que o Verbo feito carne ilumine nossa história, no Natal que bate à porta. E que nenhum de nós jamais perca o primeiro amor.

Feliz Natal! Em cada rosto feliz de criança, tenha ela a idade que tiver, neste Natal, Deus se fará presente outra vez, de novo e sempre, porque Ele é a nossa segurança e a nossa Paz.

Feliz Natal!

+ Dom José Francisco Rezende Dias
Arcebispo Metropolitano de Niterói

 

Fonte: Arquidiocese de Niterói



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos


Assista mais...

A Voz do Pastor

Notícias em Destaque

Salão nobre da Igreja Matriz é inaugurado Missa Domingo de Ramos na Cachoeira Encerramento das Festividades de São Luis Orione Celebrando a Caridade: São Luis Orione! Festa de Natal 2016: sua doação com destino certo Festejando o dia de São Francisco Xavier Assembleia Paroquial 2016 Capela das Almas Mês Vocacional Dia dos Pais Dia do Padre Festa Junina 2016 da Paroquia São Francisco Xavier Missa em memória de Santo Antônio Festa do Imaculado Coração de Maria Festividades em Honra ao Sagrado Coração de Jesus Padre Jô visita a Paroquia e nos encanta com seu canto e seu carinho. Dia da Ascensão do Senhor, dia das Mães e 50º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Nosso novo Pároco, padre Magno, seja bem-vindo! Batizados: os novos membros da Comunidade Paroquial Henrique: “Viver e dar a vida cantando o Amor!” Salve São Francisco Xavier, Padroeiro das Missões! Paroquianos homenageiam São Francisco Xavier Pe. Anísio fala da importância da confiança e dependência em Deus. Viva a Vida do Pe. Geraldo Dias! Romaria da Família Orionita ao Santuário de Aparecida do Norte Paroquianos participam da Romaria Arquidiocesana a Aparecida Missa na Capela Imaculado Coração de Maria: “Criai ânimo, não tenhais medo!” Missa da Ascensão do Senhor, Dia das Comunicações Sociais e Dom Orione Missa na capela São João Paulo II Festa na Capela Bom Pastor e Homilia do papa Francisco Assembleia Paroquial 2015 Missa de São Francisco Xavier Paróquia em Fests Missa de Nossa Senhora das Graças Movimento Shoenstatt unido pela Catedral O desafio da solidariedade Um dia voltado à ação social na Cachoeira Vigília Missionária, mais um passo rumo a unidade! Pascom comemora com missas o 48º Dia Mundial das Comunicações Sociais Caminhando rumo a Fraternidade Posse do Pe. Geraldo Dias, novo pároco da Paróquia. Inaugurada a Capela São Luiz Orione Pe. Jô é homenageado no “Encontro Musical” Novo endereço do site da Paróquia Novo Pároco da Paróquia São Francisco Xavier Dia de São Francisco Xavier Missa de Nossa Senhora das Graças Nossos jovens, protagonistas da história Assembleia Paroquial 2013: Recomeçar em Jesus Cristo! As Vocações na Igreja Semana da Família: o valor do testemunho transmitido Semana da Família 2013 Visita do Papa ao Brasil- Jornada Mundial da Juventude 2013 Missa dominical, com muitos motivos para render Graças Assembleia Paroquial - 2013 Peregrinação da Paróquia São Francisco Xavier Cristo ressuscitou! Feliz Páscoa! Caminhada da juventude com Cristo! Primeira Missa do Papa Francisco Primeiro Angelus – Papa Francisco Habemus Papam !!! Jorge Mario Bergoglio – Papa Francisco Bento XVI comunica a sua renúncia como Papa Paroquianos acolhem o novo Vigário Paroquial Saudade-Missao-Disponibilidade Celebração Eucarística - São Francisco Xavier Festejando São Francisco Xavier Celebração Eucarística da Crisma Festa da Pastoral de Conjunto Ano da Fé Uma análise geral do Sínodo Mensagem final do Sínodo O silêncio e a nova evangelização O papel o leigo na missão da Igreja Paróquia em Ação no mês das missões Paróquia Celebra o Dia Mundial da Missões Série 50 anos do Vaticano II Dia do Catequista Paróquia realiza assembleia para a construção da unidade paroquial Semana da Família Mensagem de agradecimento aos dizimistas Pastoral da Juventude Renovada Festa Junina 2012 Apresentação da Pastoral do Meio Ambiente Corpus Christ Em comunhao com a Santissima Trindade Apresentacao da pascom 20 de maio 2012 Missa de Pentecostes Missa da Ascensao do Senhor Festival de Massas Comunidade Dom Orione em Festa Missa Solene em Honra a Sao Luis Orione Dia especial dupla emoção conheca-as-pastorais-da-nossa-paroquia apresentacao-das-pastorais-mesc-e-mebes missa-do-domingo-da-pascoa missa-da-ceia-do-senhor vigilia-pascal Dízimo, uma experiência de Fé CF 2012 - Momento de Reflexão Posse do novo Bispo de Niterói